quarta-feira, 8 de julho de 2009

Pedrinho, o divisor de águas

Creio que a saída de Pedrinho do Scarpelli será um grande divisor de águas no departamento de futebol do Figueirense.

Afirmo isto, pois já não é de hoje que o departamento de futebol insiste em contratar atletas com histórico físico ruim e não são poucos os exemplos.

Genilson "em sua volta" pouco jogou e acrescentou, Tiago Prado foi re-anunciado "quebrado" e não ficou, João Paulo lateral direito que NUNCA jogou (aquele que veio na barca com Carlinhos, Daniel Bamberg e Victor Simões), Elton pupilo de Alexandre Gallo se quebrava TODO JOGO ou no minimo saia no meio do jogo sendo uma SUBSTITUIÇÃO CERTA dos jogos (lembram?), Renato Martins zagueiro ficou mais tempo escondido do que no próprio banco, ficou por mais de mês com Luizão centroavante, usando o DM do CFT para "ver" se dava de ficar, esse ano o zagueiro Rogério Pinheiro foi sondado e dado quase como certo no clube, mas já chegaria com uma lesão que demoraria a entrar em forma e em ritmo de jogo e agora a última aposta, Pedrinho vindo do Vasco, chegava como salvador da patria (e que eu aprovava muito sua contratação) trouxe junto seu prontuario médico repleto de carimbos já atestando sua deficiência física, porque técnica era inegavel (apesar de não ter mostrado por aqui) foi a gota d'água para torcida com esse perfil de atleta no clube.

Acho uma imprudência do clube daqui pra frente trazer outro atleta que tenha qualquer semelhança com os citados acima, creio que além de um divisor de águas nesse sentido dentro do departamento de futebol do clube, que esse fato deixe um legado de aprendizado para que não ocorra mais esse importuno acontecimento que mexe com todo mundo futebolistico, com o clube que gasta, com o treinador que se ferra que perde uma opção de atleta no time, com o torcedor que vê seu time mau montado e recebe chacota de secador, que dá de bandeja pauta de matéria para imprensa "no meio de semana que não tem nada para falar" e abre precedente para que os mesmo cornetem o time e para a diretoria que se queima com todos mostrando falta de coerência e discerimento na hora de contratar, mesmo que com toda boa vontade de coloca um atleta com qualidade no grupo, eu como torcedor e apreciador de bom futebol gostei muito, mas também sabia que o risco era muito grande, só que mais ainda a diretoria que tem a faca e o queijo na mão, não se pode também deixar se levar por uma idéia de torcedor e sim como uma empresa visando lucro, nesse caso, títulos. Esse final parace de comentarista "de momento", mas expressa o que é a real, "gostaria do Pedrinho no seu time?" sim, claro, mas quem é do meio futebolisco é quem decide e deve ter o discernimento do que é melhor para o clube. Acho que Pedrinho foi a gota d'água nesse sentido, jogador quebrado e fama de hospital, nunca mais.

Um comentário:

jbmartins disse...

Marcos concordo com você e acho que esta faltando mais gente ai nesta lista de Bichado.